A Terapia Floral E Um Baixo Milagre Do Amor

12 Feb 2018 03:40
Tags

Back to list of posts

O carinho opera menores e grandes milagres no cotidiano de nossas vidas. É só permitir que ele envolva nossas almas e deixa-lo agir através da gente, para que coisas surpreendentes aconteçam. is?EMQrofzAQ9HouTq8Oo2xfGDqhd_wCT4tLwvosJmg9tE&height=176 O caso que vou revelar é um exemplo real da potência do carinho em ação, e ele aconteceu no decorrer do outono de dois mil, entre trinta de março e trinta de junho, isto é, ao longo de somente três meses.Quando acabava o verão naquele ano de 2000, recebi no meu consultório pra tratamento com essências florais uma jovem dentista, de 25 anos. Descreveu-me que tua mãe estava com um tumor no mediastino, de imediato há seis meses. O tumor era muito amplo, maligno, e que deste jeito não havia sido possível operar.Sua mãe já não saia mais da cama e clinicamente não se rua avanço de teu estado. A jovem sentia-se sobrecarregada com os cuidados do lar, uma vez que seu pai apresentava-se depressivo há anos, com crises de mania seguidas de profunda depressão e sua única irmã morava em outro estado, muito retirado de São Paulo. A paciente, dessa maneira, cuidava de tudo em teu ambiente familiar.A vida familiar era desgastante e difícil, através de teu relacionamento com a sua mãe, que de há longo tempo apresentava-se longe e abundante em mágoas. Contou-me que havia perdido um irmão, no momento em que esse tinha seis anos de idade, e que nunca mais sua mãe se recuperou dessa perda, mantendo-se isolada em sua angústia, de forma dramática e enfermiça.Achava seus pais evasivos, duros e críticos. E não se percebia vinculada afetivamente a eles. Não notando, inclusive, nenhum interesse vindo de sua mãe, sobre o assunto sua vida. Concluía citando não saber se os amava. Porém ela estava em sofrimento, chorando muito. Na primeira consulta dei-lhe uma fórmula de florais com essências pra oferecer suporte àqueles que cuidam de outras pessoas. Ofereci-lhe na mesma fórmula essências florais pra agonia da perda, pra expectativa de transcendência do desgosto, para a mágoa, e pro fortalecimento da auto estima. Outras essências foram usadas pra que ela pudesse ter um conhecimento mais claro a respeito da gravidade do momento que vivia, e também florais para o stress e pro trauma. Isso por causa de confrontar a morte requer disposição para a existência.20 dias após o primeiro encontro apresentava-se menos cansada e dizia perceber que elaborarava uma "barreira" pra não constatar o sofrimento, pedindo-me auxílio pra esta finalidade. is?_ux-Ucwi7CIWjxQwQMGTFmBNTPl4FWlAqFErLkzMHd8&height=240 Mas, dizia não estar mais tão aflita, e que se sentia melhor. Neste encontro solicitou florais para a mãe, e eu enviei essências para ajudá-la a resolver com a dor das perdas, com a tristeza e com o stress decorrente da doença e de sua existência pessoal.Um sentimento de solidão tomava conta da jovem, no momento em que retornou ao meu consultório. Visto que, é preciso adorar muito e expressar esse amor para deixar partir aqueles que amamos e prosseguir nosso caminho sentindo-nos inteiros. No meio do mês de maio sua mãe piorou muito, prontamente não conseguia mais respirar sem auxílio externo, e mesmo portanto, as competições em moradia eram constantes.Sete de janeiro de 2014 - dezesseis:45 Pote médio Teste inúmeras posições Coberturas têm limite Arquivo Vivo oito- Preservar em ambiente fresco setenta por cento menos chances de abandono da leitura À divisão, dilua três colheres de bicarbonato de sódio ou boráx em um copo com 150 ml de águaPrincipalmente entre seus pais. Dizia-me que sua mãe era "super dramática", que fazia imensas ameaças emocionais com a família. Nessa fase de tua existência ela dava tua mãe por falecida. Apesar de preservar-se cuidando dela e de teu pai. Fiz assim como um spray de essências florais e óleos essências pra ser utilizado em todos os ambientes da moradia, favorecendo a fraternidade no local.Dez dias depois retornou ao consultório, informando-se mais equilibrada, mais serena com ligação à doença de tua mãe. Parando de reflexionar o tempo todo, que iria surgir em casa em encontrá-la morta. O médico que acompanhava o caso de tua mãe falou-lhe que ela não teria mais que dois meses de vida.Pediu-me portanto pra visitar sua mãe levando-lhe preces e florais. Perguntei-lhe se tua mãe desejava minha presença em sua moradia. Ao que ela me respondeu que não. Alegou-lhe assim sendo que eu não poderia ser invasiva, e que a vontade de sua mãe deveria ser respeitada. Falou-lhe que passasse a fórmula de essências florais, que eu iria manipular em um creme, em seus pulsos, caso ela quisesse. No começo tua mãe não queria as preces em voz alta, e ela ficava ao teu lado orando mentalmente e vendo, silenciosamente, um livro de maravilhosas mensagens.Depois se oferecia pra atravessar o creme enriquecido com essências florais em teu pulso. Relatou-me que a emoção de solidão havia passado. Mostrou-me nessa época que tua mãe nunca havia lhe dito: "Eu te adoro". E que ela também nunca havia dito isso para a mãe, porque não conseguia. Disse-me que não havia crescido em ambiente amoroso, e que não sabia se amava os pais. Sentia só pena e dó dos dois. Sua mãe havia feito punção pulmonar o que lhe auxiliou com a questão da inexistência de ar. Mas, neste instante ela entendia que, realmente, para tua mãe não havia cura física possível.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License